Destaque, Notícia

SEMA assina Acordo de Cooperação Técnica com Censipam

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (SEMA-MA) e o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) assinaram, na última semana, um acordo de cooperação técnica, a fim de realizar o intercâmbio de informações, infraestrutura e recursos humanos.

O acordo prevê a cooperação em estudos, pesquisas, programas de capacitação e outras atividades voltadas para o desenvolvimento de ferramentas de monitoramento ambiental e territorial.

“Já estamos realizando diversas atividades nesse âmbito, porém, essa parceria viabilizará muitas outras ações. Com certeza é um ganho imensurável para o trabalho da Secretaria”, informou o secretário Rafael Ribeiro.

A parceria busca o monitoramento, fiscalização e controle de crimes ambientais no estado do Maranhão. No Plano de Trabalho também estão previstas ações de intercâmbio de informações, capacitação técnica em radar de abertura sintética (SAR), produção cartográfica e infraestrutura.

“Essa parceria fortalece a sinergia e a integração das instituições, que defendem a preservação e conservação dos recursos naturais, além de auxiliar o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal”, afirmou Bernardino Neto, chefe do Setor Operacional do Centro Regional do Censipam em Belém (CR-BE), responsável por firmar a parceria.

Atendendo ao pleito da SEMA-MA, uma Estação Meteorológica de Superfície (EMS) e uma Estação de Satélite Terrena do tipo VSAT serão instaladas no Parque Estadual do Mirador, buscando fortalecer a gestão ambiental do local.

O instrumento também tem por finalidade integrar, avaliar e difundir informações para planejamento e coordenação das ações globais de governo, visando potencializar o desenvolvimento sustentável da região.

SOBRE O CENSIPAM

O Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) foi criado em 17 de abril de 2002 com objetivo de promover a proteção, inclusão social e o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal.

Redação: Thaís Andrade Com informações do Censipam