23/04/2021 3:27 pm

SEMA realiza ações de vistoria, monitoramento e campanha educativa nas regiões das nascentes dos Rios Balsas e Itapecuru

 

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) realizou ações de vistoria, monitoramento e campanha educativa nas regiões das nascentes dos Rios Balsas e Rio Itapecuru e também promoveu vistorias no Parque Ambiental de Balsas e no Parque Estadual do Mirador. As ações fazem parte de mais um trabalho da SEMA em prol do meio ambiente e seguirão até o dia 24 de abril nos municípios de Formosa da Serra Negra, Balsas, Riachão e Açailândia. 

Durante o período, a SEMA, juntamente com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Balsas, realizou vistoria, monitoramento e campanha educativa nas nascentes do Rio Balsas, nos povoados de Limpeza e Poço Azul. Na ocasião, a Superintendência de Recursos Hídricos realizou o diagnóstico técnico das nascentes e verificou que há pouca interferência humana no local. 

De acordo com o Superintendente de Recursos Hídricos, Victor Lamarão, apesar de ser notada pouca ação humana na região, “para alcançar a preservação, é necessário o cercamento das áreas de nascente em um raio mínimo de 50m, assim como monitoramento e fiscalização das áreas de recarga”, ressaltou.

Após essa ação, a equipe da SEMA realizou campanha educativa nas comunidades do entorno das nascentes, como no Povoado Limpeza e Povoado São Pedro, por meio do Caderno de Nascentes, o que emocionou a professora Maria de Lourdes, do Povoado São Pedro, que, ao receber a cartilha, informou que foi a primeira vez que ela presenciou uma ação do Estado para preservação das nascentes. “Me agrado muito por isso, porque ninguém nunca veio aqui, a não ser vocês. Muito obrigada pela entrega do Caderno de Nascentes”, disse a professora.

Também foi realizada expedição às nascentes do Rio Itapecuru, guiada pelo Secretário Diego Rolim e o diretor presidente da Agroserra, Pedro Augusto Ticianel. Na ocasião, a Superintendência de Recursos Hídricos realizou diagnóstico técnico das nascentes, enquanto o Secretário comandou o plantio de mudas nativas, provenientes do Programa Maranhão Verde, na área. Em seguida, a comitiva seguiu em ação de educação ambiental para as comunidades no entorno das nascentes.

Para o secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Diego Rolim, essa ação reforça o compromisso do Governo do Maranhão em cuidar do meio ambiente: “Estamos realizando uma série de ações fiscalizatórias pelos municípios envoltos do Rio Balsas e do Rio Itapecuru com objetivo de evitar a devastação de nascentes, assegurando assim que elas estejam protegidas contra ações danosas provocadas pelos seres humanos”, disse.

A ação teve como propósito, ainda, averiguar possíveis irregularidades e aplicar notificações e multas em empreendimentos não regularizados nas regiões Sul e Oeste do estado. Integraram a atividade o Secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Diego Rolim, o Superintendente de Recursos Hídricos, Victor Lamarão, a Superintende de Educação Ambiental, Stefanny Portela e os técnicos analistas de Recursos Hídricos, Breno Ruiz e Jessica Mayara.

Saiba mais 

O RIO BALSAS

Conhecido pela beleza dos seus afluentes, cachoeiras e cascatas, o Rio das Balsas banha os municípios de Balsas, Sambaíba, Loreto, São Félix de Balsas e Benedito Leite, abrangendo ao todo uma extensão de 525 km, o que o torna o maior afluente do Rio Parnaíba. Seus principais afluentes são o Rio Maravilha, Rio Neves, Rio Tem-Medo, Rio do Peixe e o Rio Sucuruju. 

Oito das principais nascentes do Rio das Balsas localizam-se entre a Chapada das Mangabeiras e a Serra do Penitente. Por meio do Decreto Nº 14.968 de 20 de março de 1996, foi instituída a criação da Área de Proteção Ambiental (APA) da Nascente do Rio Balsas, com cerca de 655.200 ha. O objetivo da APA é assegurar a qualidade hídrica e proteger a fauna e flora típica do cerrado.

 

O RIO ITAPECURU

Sendo genuinamente maranhense e possuindo 1.050 quilômetros desde a nascente, nos contrafortes das serras da Crueira, Itapecuru e Alpercatas, até a desembocadura na Baía do Arraial, ao sul da Ilha de São Luís, o Rio Itapecuru percorre cerca de 16% das terras do Maranhão. 

Ele está inserido no Vale do Itapecuru, que tem superfície de 52,5 mil km², um total de 55 municípios e população de 1.622.875 habitantes. Seus principais afluentes são os rios Alpercatas, Corrente, Pericumã, Santo Amaro, Itapecuruzinho, Peritoró, Tapuia, Pirapemas, Gameleira e Codozinho.

 

O CADERNO DE NASCENTES

Este material pedagógico tem o objetivo de promover uma discussão e sensibilizar moradores locais de comunidades próximas às nascentes a criarem uma postura de mudança comportamental e de atitude com foco na proteção de nascentes. Além disso, ele também poderá ser um instrumento a ser utilizado em escolas para que sejam desenvolvidas ações voltadas para a proteção de nascentes.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação / Superintendência de Educação Ambiental /Superintendência de Recursos Hídricos 
Texto:  Thalia Lemos
Revisão: Kleo Souza
Arte: Carol Aquino

Informações

Fones:

Sema (GERAL): (98) 3194-8900
Ouvidoria: (98) 3194-8909 -
Atendimento de Seg a Sex - 13h às 19h
Endereço eletrônico: ouvidoria@sema.ma.gov.br

Endereço Sede: Av. dos Holandeses, n° 04, Quadra 06, Edifício Manhattan, Calhau São Luís - Maranhão CEP: 65071-380.

Endereço Anexo: Rua dos Búzios, Quadra 35, Lote 18, Calhau São Luís - Maranhão CEP: 65071-700

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela SEATI