7/02/2020 8:15 am

Segundo dia de Oficina é marcado por propostas para Educação Ambiental em Paço do Lumiar

WhatsApp Image 2020-02-07 at 08.20.08 (1)A cidade de Paço do Lumiar, Região Metropolitana de São Luís, recebeu nos dias 4 e 5 deste mês, a Oficina para Construção do Plano de Ação Municipal de Educação Ambiental. A Oficina, que faz parte da proposta de implementação do Plano Estadual de Educação Ambiental do Maranhão, foi uma realização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais de Paço do Lumiar (SEMAP), e buscou o engajamento das pessoas na construção de um plano de ação de educação ambiental para o município, promovendo a mobilização de atores em prol do meio ambiente de forma participativa.

Durante o primeiro dia, foram realizadas palestras e dinâmicas a fim de introduzir os participantes às temáticas escolhidas, que, para esta oficina foram Educação Ambiental como apoio à conservação aos recursos hídricos, ministrada pelos técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), Laís Rêgo e Raimundo Sousa, além da palestra Educação Ambiental voltada à abordagem dos resíduos sólidos, ministrada pelas técnicas Isabel Camizão e Tânia Ferreira.

Para a Secretária Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais de Paço do Lumiar, Ágata Macêdo, se faz necessário seguir o tripé do planejamento, pesquisa e estudo a fim de alcançar a efetividade da causa. Para ela, “Se nós não sentarmos para planejar as ações ambientais, nós não conseguiremos ter efetividade nas políticas públicas, uma vez que essas dependem da eficiência da educação ambiental da população”, afirmou.

No segundo dia, após as palestras, teve início a construção das propostas para o Plano de Ação. Os participante foram divididos em cinco (5) equipes e cada uma delas contendo um técnico da SEMA para auxiliar na elaboração das sugestões. Durante essa etapa, cabia aos participantes identificar os problemas socioambientais encontrados no município e apresentar atividades a serem desenvolvidas como forma de solução, além de identificarem os possíveis parceiros para cada problema e solução encontrados.

De acordo com Extensionista da Secretaria de Agricultura de Paço do Lumiar, a Engenheira Agrônoma Tatiana Ribeiro, o escoamento da produção e a destinação de resíduos sólidos, visto a falta da coleta regular são dificuldades que o município de Paço do Lumiar tem enfrentado. Para ela se faz necessário a implementação do Plano de Ação de Educação Ambiental para diminuir esses problemas, ela afirma: “Como a coleta dentro das comunidades demora, não somente nas comunidades rurais, como também na na área urbana, as pessoas vão jogando aquele resíduo nos terrenos baldios. Então, precisamos ter esse olhar diferenciado também para a zona rural, porque percebemos que na zona rural é mais difícil o acesso à saúde, à educação. Precisamos ter um olhar diferente porque a zona rural produz, e por sua vez traz economia para o município”, pontuou.

A Oficina, que contou com a presença de técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria de Municipal Agricultura, Secretaria Municipal de Direitos Humanos, Colônia de Pescadores Z-12, além de outros órgãos do município de  Paço do Lumiar e da sociedade civil, finalizou com a entrega das propostas das equipes para construção do Plano de Ação Municipal e foi celebrada com uma trilha ecológica pela extensão do Projeto Marrom até a Praia de Olho de Porco.

Para os passos seguintes, como afirma o supervisor de Comunicação Socioambiental da SEMA, o analista ambiental Raimundo Sousa, “é pegar todo esse processo, toda essas linhas de problemas apresentados e com suas ações, parcerias e temporalidade que foram construídas,  sistematizar na Secretaria e enviar a todos os participantes. A partir daí, os representantes do poder público municipal, que estiveram presentes nas suas diferentes secretarias, passam a ter um planejamento da temática ambiental voltada aos dois temas que eles mesmos escolheram: questão dos recursos hídricos e a questão dos resíduos sólidos”, concluiu.

SAIBA MAIS

A construção do Plano Estadual de Educação Ambiental iniciou-se em outubro de 2015 com um intenso processo de mobilização para garantir a participação de diversos setores da sociedade nos Seminários Regionais, que teve como objetivo a construção de propostas de ações que visam minimizar as diversas problemáticas ambientais identificadas nos municípios, assim como o fortalecimento da gestão ambiental local.

Os Seminários foram realizados nas 19 Unidades Regionais de Educação, sendo os 217 municípios do Estado mobilizados e convidados para participação. A realização dos seminários foi concluída em dezembro de 2016, com o último seminário na Regional de Educação de São Luís. Do total dos municípios, compareceu nos seminários para construção das propostas de ações 194 municípios o equivalente a 90%.

Confira outras imagens da ação:

Redação: Kleo Souza

Imagens: Kleo Souza /Marcelo Gomes

Informações

Fones:

Sema (GERAL): (98) 3194-8900
Ouvidoria: (98) 3194-8909 -
Atendimento de Seg a Sex - 13h às 19h
Endereço eletrônico: ouvidoria@sema.ma.gov.br

Endereço Sede: Av. dos Holandeses, n° 04, Quadra 06, Edifício Manhattan, Calhau São Luís - Maranhão CEP: 65071-380.

Endereço Anexo: Rua dos Búzios, Quadra 35, Lote 18, Calhau São Luís - Maranhão CEP: 65071-700

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela SEATI