5/04/2021 3:38 pm

Programa Maranhão Verde está entre os 500 melhores projetos da América Latina

O Programa Maranhão Verde, criado pelo Governo do Maranhão e executado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), está entre os 500 melhores projetos em um dos eventos de sustentabilidade mais relevantes do mundo, os Premios Latinoamérica Verde (Prêmios América Latina Verde). Selecionado na categoria Biodiversidade, o Programa Maranhão Verde está em 380° lugar na colocação geral e em 21° lugar no ranking da sua categoria.

Ao todo, foram 2.517 projetos inscritos de 30 países e 619 cidades. Do Brasil, 10 projetos estão entre a lista de melhores. Entre os setores que se inscreveram no evento, 68.22% foi privado, 21.05% do terceiro setor, 9.51% público e 1.21% misto. Em relação às 8 categorias, Resíduos obteve 21.66% de projetos inscritos, Desenvolvimento Humano 25.51%, Biodiversidade 17.81%, Economia 16.80%, Cidades 7.89%, Energia 6.48%, Políticas Públicas 2.43% e Comunicação 1.42%. 

De acordo com o site oficial do prêmio, no dia 22 de agosto serão realizadas as premiações, que são: patrocínio para realizar uma avaliação de impacto por meio do uso da Ferramenta de Impacto de Ação Climática (CAIT), participação no documentário “Protagonistas”, qualificação para uma mentoria com profissionais estratégicos em Nova York, entre outras.

A lista completa dos projetos selecionados entre os TOP 500 você acessa aqui.

Saiba mais sobre o Programa

O Programa Maranhão Verde tem o objetivo de fomentar e desenvolver projetos voltados à conservação e recuperação ambiental, promovendo a elevação de renda da população em situação de extrema pobreza através do Bolsa Maranhão Verde, além de ações de capacitação ambiental, social, educacional e profissional dos cidadãos. No âmbito do Programa, São Luís conta com 263 beneficiários em ações de preservação ambiental no Parque Estadual do Bacanga.

No total, o programa beneficiou mais de 452 famílias maranhenses e, em 2021, tem previsão de investimento de R$ 2,5 milhões com sua expansão para quatro municípios da Baixada Maranhense (Pinheiro, Penalva, Palmeirândia e Santa Helena). Ao todo, mais de 60 mil mudas serão plantadas, beneficiando, assim, o meio ambiente, combatendo o aquecimento global, reduzindo a erosão e a degradação do solo e purificando o ar. Além disso, mais 400 famílias terão a oportunidade de desenvolver atividades de conservação e recuperação dos recursos naturais e vão receber a Bolsa Maranhão Verde no valor de R$ 300,00 bimestrais.

O primeiro projeto do Maranhão Verde foi executado no Parque Estadual do Mirador, por meio do Projeto Berço do Rio Itapecuru, com a participação de 189 famílias do parque. Atualmente, o programa é realizado no Parque Estadual do Bacanga, com o projeto Florestas Protetora de Mananciais, destinado à conservação e recuperação das matas ciliares e áreas de recarga do parque, com foco nas regiões do reservatório do Batatã e do Rio Prata.

Fonte: Assessoria de Comunicação e Premios Latinoamérica Verde
Texto: Thalia Lemos
Revisão: Kleo Souza
Arte: Carol Aquino

Informações

Fones:

Sema (GERAL): (98) 3194-8900
Ouvidoria: (98) 3194-8909 -
Atendimento de Seg a Sex - 13h às 19h
Endereço eletrônico: ouvidoria@sema.ma.gov.br

Endereço Sede: Av. dos Holandeses, n° 04, Quadra 06, Edifício Manhattan, Calhau São Luís - Maranhão CEP: 65071-380.

Endereço Anexo: Rua dos Búzios, Quadra 35, Lote 18, Calhau São Luís - Maranhão CEP: 65071-700

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela SEATI