Destaque, Notícia

Amazônia Maranhense tem uma das menores taxas de desmatamento no período 2018/2019 segundo o INPE

MAPA+DO+ESTADO+DO+MARANHÃO+COM+A+LOCALIZAÇÃO+DA+AMAZÔNIA+LEGAL+E+DOS+DIVERSOS+BIOMAS+OCORRENTESO Maranhão foi um dos Estados da Amazônia Legal com queda no índice de desmatamento entre o ano de 2018/2019. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE , ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais realiza constantemente o monitoramento do desmatamento , por meio da Superintendência de Recursos Florestais. Os técnicos utilizam como base de dados as informações captadas via plataforma do TerraBrasilis, por meio dos projetos de monitoramento da vegetação nativa do instituto, o PRODES e DETER, além do planejamento de combate e controle do desmatamento com estratégias pontuais, visando a melhoria dos processos de fiscalizações, e o BPA – Batalhão de Policiamento Ambiental, que é parceiro ativo durante as operações da SEMA.

O PRODES faz monitoramento por satélites do desmatamento da Amazônia Legal, e as taxas anuais são estimadas por satélites que cobre a Amazônia, as imagens de satélites da classe LANDSAT – é a nomenclatura de um programa de satélites de observação da Terra de origem norte-americana, que capta imagens de 20 a 30 metros de resolução espacial e taxa de revisita de 16 dias, além do satélite americano LANDSAT-5/TM.

desmatamento

FONTE: INPE

Os dados do PRODES são utilizados em na Certificação de cadeias produtivas do agronegócio, como a Moratória da Soja e o Termo de Ajustamento de Conduta da Pecuária-TAC da Carne;, também pode ser utilizado em acordos intergovernamentais, como a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 21) e em Relatórios de Inventário Nacional de Emissões de Gases de Efeito Estufa, assim como em Doações monetárias pelo Fundo Amazônia.

A SEMA atua no planejamento e coordenação da execução de políticas relativas à promoção, organização, normatização, fiscalização e controle das ações de exploração e preservação do meio ambiente e dos recursos naturais.

desmatamento Maranhão

FONTE: INPE

O governador Flávio Dino usou as redes sociais para comemorar o bom resultados. “Desmatamento no Maranhão, entre 2018 e 2019, foi REDUZIDO em 15%. Acreditamos que assistência técnica é o caminho para termos mais produção e mantermos redução do desmatamento ilegal”, pontuou.

O Secretário Rafael Ribeiro elogiou o trabalho que vem sendo desenvolvido pelos técnicos da Secretaria e ressaltou a importância dessas atividades: “Os esforços que o corpo da Secretaria vem desenvolvendo em vários âmbitos tem surtido efeito, o monitoramento efetivo e a fiscalização pontual foram fundamentais para este resultado. E a Secretaria ainda terá muito mais a ganhar, agora que poderemos contar com o monitoramento via satélite Planet, fruto da parceria com a empresa Santiago & Cintra”, pontuou.

Os números decrescentes no Maranhão (cerca de 215km²)  aparece com apenas 2,2% das áreas desmatadas, que totalizam 9.762km² em toda região da Amazônia Legal, que engloba nove estados brasileiros. O levantamento foi baseado em imagens de satélite que mostram que o Maranhão teve uma das menores taxas de aumento das áreas desmatadas, enquanto o estado vizinho do Pará contribuiu com 39,56%.

Redação: Thaís Andrade
Com informações da Supervisão de combate e controle ao desmatamento e queimadas